CONECTE-SE CONOSCO

Notícias da TV

Ricardo Boechat: Outros profissionais de imprensa também foram vítimas de acidentes aéreos; confira

Publicado há

em

Ricardo Boechat, âncora da Band, morreu nesta segunda, 11, vítima de acidente aéreo em São Paulo

Ricardo Boechat, âncora da Band, morreu nesta segunda, 11, vítima de acidente aéreo em São Paulo

Nesta segunda-feira, 11, um helicóptero caiu em São Paulo e Ricardo Boechat era um dos passageiros. Ele não resistiu à queda e morreu. O caso teve repercussão em todos os veículos de comunicação do país e o jornalista foi homenageado por diversos profissionais do meio. José Luiz Datena, por exemplo, ficou responsável pelo comando do Brasil Urgente e precisou noticiar a morte do seu colega de profissão e amigo pessoal.

Mas não é a primeira vez que o mundo do jornalismo sofre com a morte de algum profissional após ocorrer um acidente aéreo. Em janeiro do ano passado, uma aeronave da Globo caiu na Praia do Pina, no Recife, deixando duas pessoas mortas. O caso chocou os jornalistas da emissora carioca e também de todos os países.

Durante décadas, acidentes aéreos deixaram os brasileiros comovidos com as mortes de repórteres, cinegrafistas, jornalistas, entre outros profissionais que trabalhavam na área do jornalismo. Sendo assim, O Canal resolveu contar histórias de acidentes aéreos que envolveram trabalhadores do setor.

Queda do avião da Chapecoense em 2016

Boa parte do público lembra que vários jogadores da Chapecoense não resistiram a queda do avião em Medelín, na Colômbia, e morreram nas vésperas da final da Copa Sulamericana de 2016. Mas também se encontravam na aeronave 22 profissionais da área de jornalismo, sendo eles comentaristas, repórteres, produtores, entre outros.

Seis vítimas trabalhavam na Fox Sports, sendo os mais famosos o ex-jogador Mário Sérgio e o narrador Deva Pascovicci, que se popularizou depois de cobrir a partida que levou o time da Chapecoense a final da competição. Rafael Henzel foi o único sobrevivente da área de imprensa.

Tragédia de Macaé em 1984

Um avião levava 14 jornalistas e profissionais de bastidores da televisão. A aeronave bateu numa montanha. Todos não resistiram e morreram. A situação ficou ainda mais grave no dia seguinte, quando um repórter da Globo e um cinegrafista fizeram a cobertura da tragédia e, ao voltar para o Ri ode Janeiro, sofreram um acidente de carro e também faleceram.

Acidente em Roraima em 1998

Um helicóptero levava a equipe do Globo Ecologia para grava o Monte de Roraima. Contudo, a aeronave teve uma pane e bateu em um platô. A equipe de resgate levou mais de trinta horas para encontrar as vítimas. Ricardo Cardoso, operador de áudio, não resistiu e morreu. Vale ressaltar que Danton Mello, irmão do ator Selton Mello, estava no meio de transporte e sobreviveu.

Comente com seu Facebook

Advertisement
Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias da TV

Fofocalizando: Mara Maravilha alfineta e dá apelido maldoso para Gabriel Cartolano ao vivo

Publicado há

em

A apresentadora Mara Maravilha colocou um apelido maldoso em Gabriel Cartolano durante o programa Fofocalizando, do SBT (Créditos: Reprodução)
A apresentadora Mara Maravilha colocou um apelido maldoso em Gabriel Cartolano durante o programa Fofocalizando, do SBT (Créditos: Reprodução)

A apresentadora Mara Maravilha foi ousada na edição do Fofocalizando desta segunda-feira, 06. Já no início do programa de fofocas do SBT, a apresentadora Chris Flores lançou em debate um flagra do casal Caio Castro e Grazi Massafera, na varanda da casa da atriz no Rio de Janeiro.

“Mas só a gente tem o tio do Caio Castro”, comemorou Mara, ao falar novamente que um dos parentes do galã da Globo trabalha na produção do programa. Gabriel Cartolano defendeu o câmera e recebeu um apelido maldoso de Mara Maravilha. “Mas o tio do Caio Castro” não conta nenhume fofoca dele.

Lívia Andrade é a apresentadora do programa Fofocalizando, exibido nas tardes do SBT (Crédito: Reprodução)
Lívia Andrade é a apresentadora do programa Fofocalizando, exibido nas tardes do SBT (Crédito: Reprodução)

“Para de ser Chatolano”, alfinetou a morena, misturando o sobrenome do colega com o adjetivo chato. Gabriel Cartolano ficou mudo e Chris Flores logo seguiu para outro assunto. A situação parece não ter agradado em nada o aprendiz de apresentador no Fofocalizando ao vivo.

Lívia Andrade, a apresentadora títular, segue afastada do Fofocalizando. A loira foi a responsável por dar veracidade a informação de que uma igreja evangélica, a Universal, estava vendendo álcool em gel ungida por 500 reais. Os pastores da igreja pediram a cabeça dela para Silvio Santos e ele atendeu.

Lívia Andrade em crise no Fofocalizando:

Silvio Santos ordenou o afastamento da apresentadora. Chris Flores, que já havia retornado ao Fofocalizando, assumiu o comando. Mara Maravilha foi mais uma vez chamada para retornar ao vespertino, e segue na atração ao lado de Gabriel Cartolano. Lívia Andrade está curtindo “férias” forçada.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do portal UOL, Lívia Andrade segue como contratada do SBT, mas nada de se fala de quanto o seu retorno ao Fofocalizando acontecerá. A direção quer abafar por completo o assunto e não seguir causando estardalhaço com o assunto.

Lívia Andrade entrou no programa quase dois anos depois da estreia do mesmo e foi ganhando espaço gradativamente.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Adriane Galisteu tem caneta na mão para assinar contrato com a Record, mas é impedida

Publicado há

em

A apresentadora Adriane Galisteu estava com tudo para assinar contrato com a Record, mas a direção voltou atrás na última hora (Créditos: Reprodução)
A apresentadora Adriane Galisteu estava com tudo para assinar contrato com a Record, mas a direção voltou atrás na última hora (Créditos: Reprodução)

A apresentadora Adriane Galisteu estava com tudo certo para assinar contrato com a Record, com a caneta na mão, mas a direção da emissora resolveu surpender a negociação. O motivo? A pandemia do coronavírus.

Adriane Galisteu já esteve no casting da Record entre 2000 e 2004 quando comandou o programa É Show. Essa seria a volta ao canal de forma oficial após 16 anos. De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do portal UOL, a direção da Record preferiu deixar a contratação para depois.

A apresentadora Adriane Galisteu estava cotada para apresentar o Power Couple Brasil na Record (Crédito: Reprodução)
A apresentadora Adriane Galisteu estava cotada para apresentar o Power Couple Brasil na Record (Crédito: Reprodução)

A apresentadora Adriane Galisteu comandaria o reality show Power Couple Brasil, com casais famosos, mas por conta da pandemia não será possível realizar a atração a tempo, mudando o cronograma da Record.

Fora do ar como apresentadora na TV aberta desde 2014 quando comandou um reaity show na Band, Adriane Galisteu tem uma torcida positiva nas redes sociais para que ela volte a comandar uma atração.

Lívia Andrade em crise no Fofocalizando:

Silvio Santos ordenou o afastamento da apresentadora. Chris Flores, que já havia retornado ao Fofocalizando, assumiu o comando. Mara Maravilha foi mais uma vez chamada para retornar ao vespertino, e segue na atração ao lado de Gabriel Cartolano. Lívia Andrade está curtindo “férias” forçada.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do portal UOL, Lívia Andrade segue como contratada do SBT, mas nada de se fala de quanto o seu retorno ao Fofocalizando acontecerá. A direção quer abafar por completo o assunto e não seguir causando estardalhaço com o assunto.

Lívia Andrade entrou no programa quase dois anos depois da estreia do mesmo e foi ganhando espaço gradativamente.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Band suspende renovação de contrato com Renata Fan após birra da apresentadora

Publicado há

em

A apresentadora Renata Fan teve atrito com a direção da Band e a renovação de contrato paralisada (Foto: Reprodução/Instagram)
A apresentadora Renata Fan teve atrito com a direção da Band e a renovação de contrato paralisada (Foto: Reprodução/Instagram)

Renata Fan é contra a exibição do programa Jogo Aberto durante essa pandemia de coronavírus, já que as principais competições esportivas foram paralisadas no mundo. A direção da Band não concordou e decidiu manter com a atração ao vivo diariamente no final das manhãs.

De acordo com informações do UOL Esporte, o alto faturamento do programa fez que com a Band mantesse o programa esportivo de Renata Fan no ar. A loira foi contra e mesmo com birra preferiu seguir à frente da atração. A direção sugeriu férias para a loira e uma substituta, mas Renata não quis.

A apresentadora Renata Fan apresenta o programa Jogo Aberto, exibido diariamente pela Band. (Foto: Reprodução)
A apresentadora Renata Fan apresenta o programa Jogo Aberto, exibido diariamente pela Band. (Foto: Reprodução)

A renovação de contrato já estava encaminhada, mas depois do atrito e com a pandemia foram paralisadas. Informa-se, no entanto, que não há nenhum problema ou empecilho para que tudo caminhe para um final feliz. Renata Fan comanda o Jogo Aberto há 13 anos e é uma das maiores audiências da Band em todo o Brasil.

Band fica animada e também quer pisar na Record aos domingos

A ideia da emissora é seguir do jeito que está com séries, documentário e depois com filme e até ampliar os horários para seguir em alta. Sabrina Sato no Domingo Show já rodou por conta da baixa audiência e agora a Record pretende apostar em filmes também, antes de eleger outra atração para o horário.

A Band está apostando em séries de sucesso como Changemen, Jaspion, Jiraiya no início da tarde de domingo e vem ganhando público a cada semana. Os telespectadores estão elogiando a decisão da emissora, que acaba causando uma certa nostalgia e promovendo um conteúdo diferente no horário.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

⚡EM ALTA