CONECTE-SE CONOSCO

Esportes

Emissoras se desdobram e futebol na TV aberta gera mudanças inéditas nas grades de Globo e Record

Publicado há

em

Em suma, a mudança nos horários escancaram briga pela audiência entre Globo e Record

Em suma, a mudança nos horários escancaram a briga pela audiência entre Globo e Record

As emissoras de TV aberta estão cortando um dobrado para encaixar o futebol em sua grade de programação. No entanto, ao tentar empurrar alguns jogos por goela abaixo, a federação paulista enfraquece seu campeonato e a Globo terá que fazer malabarismo para cumprir o contrato.

Diferentemente de São Paulo, no Rio de Janeiro o campeonato não foi paralisado e mesmo assim a Record insiste em esconder a competição do seu público.

Com isso, a redação do O Canal fez um levantamento sobre as transmissões do futebol na pandemia e o impacto na audiência.

+Record define data e final do Campeonato Carioca será em dia e horário inédito

+Milton Neves dispara contra narrador da Globo após alfinetada: “Falso amigo”

+Globo lidera Ibope com a volta do Paulistão, mas números são menores do que esperado; confira

Globo e horário inédito na próxima terça-feira

Por conta da paralisação do campeonato durante o agravamento no número de mortos na pandemia, o campeonato paulista iniciou uma maratona e emendou rodada atrás de rodada. Entretanto, ao tentar cumprir com o calendário, a federação acabou arranhando um produto muito atrativo para as emissoras.

Para retratar a análise, na tarde de ontem a Globo exibiu uma partida às 16h, após mais de um mês. Nesse período, a emissora carioca transmitiu filmes e conseguiu uma média até importante no Ibope.

Contudo, o jogo que determinou a classificação do Palmeiras chegou apenas aos 14 pontos, uma casa a mais do que os filmes. Mostrando que a confusão envolvendo o calendário e o desinteresse dos clubes afetam diretamente os maiores patrocinadores: as Tvs.

Além do mais, por conta da loucura do calendário, a Globo escolheu o Corinthians e vai exibir hoje (11), a partida em um horário inédito. Terça-feira, às 16h. Entretanto, para poder exibir a partida, a emissora teve que mudar toda sua grade e o fato inédito pode afastar o público tornando o jogo com uma fraca audiência.

Record e as finais aos sábados pela primeira vez:

Apesar de não ter muitos problemas por conta de calendário, a Record tomou uma decisão arriscada ao colocar as finais do campeonato carioca em dois sábados. A decisão não agradou muito os fãs do campeonato, mas a tendência é que as torcidas comprem a ideia da emissora.

No entanto, de forma pragmática, a Record não ousou nesta temporada e sequer transmitiu jogos aos domingos na TV aberta. Esse pragmatismo custou caro para a emissora e os jogos aos sábados acumulou vexames na audiência e apenas o Flamengo conseguiu trazer uma esperança para os diretores.

Certamente, após a definição das finais, a expectativa era que a emissora de Edir Macedo escolhesse o Domingo para bater de frente com a Globo e liderar o Ibope, mas não será dessa forma. Portanto, de maneira pragmática, a Record deve aceitar mais uma derrota contra a Globo no domingo.

Por fim, o balanço é que a Record não irá conseguir aproveitar a fragilidade da Globo nos próximos domingos. No entanto, mesmo sendo para todo o Brasil, a final do carioca continua sendo um risco aos sábados.

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esportes

Globo comete gafe e irrita apresentador: “Aqui também está tudo errado”

Publicado há

em

Felipe Andreoli no Globo esporte. Foto reprodução

Todavia, o apresentador da Globo Felipe Andreoli no Globo esporte. Foto reprodução

O apresentador da Globo, Felipe Andreoli conseguiu se sair bem após mais um gafe cometido pela produção. Em resumo, ao falar sobre a rodada da última terça-feira (22), da e Eurocopa, as imagens as bandeiras da Áustria e da Alemanha apareceram no telão do programa no lugar das bandeiras da República Tcheca e da Inglaterra, que se enfrentaram às 16h.

“Está a bandeira da Alemanha. Vocês vão me desculpar. A bandeira da Inglaterra é outra”, disse Felipe Andreoli, antes das bandeiras da Croácia e da Escócia, que todavia jogaram ontem, para serem trocadas pelas bandeiras da Áustria e da Alemanha.

No entanto, ao passar para o outro duelo da última terça-feira, o apresentador percebeu que os erros se repetiam. Com isso ele corrigiu a produção do Globo Esporte e se divertiu com a situação

“E aqui também está tudo errado a bandeira. A da Croácia não é essa e a da Escócia não é essa, mas o jogo é esse. É para enlouquecer o apresentador, meus amigos. Este mundo está maluco”, acrescentou o apresentador, dando risada da situação.

+Sucesso precoce, venda mais cara da história e mais: Relembre os passos de Denílson até chegar na Band

Globo, Andreoli a parceria após a saída de Ivan Moré

Em suma, após a saída de Ivan Moré, a Globo demorou a emplacar outro apresentador no ‘Globo Esporte’. Desde a chegada de Tiago Leifert, o programa esportivo da emissora passou por uma transformação e viu o padrão de reportagens subir.

Desse modo, após muito sucesso, Ivan Moré assumiu a vaga e ao lado de Casagrande já protagonizaram grandes momentos. Por fim, com a chegada de Andreoli, a Globo tenta manter o padrão na produção de conteúdo e investe também no entretenimento para garantir audiência.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Neto detona jogador do Palmeiras após flagra em festa clandestina: “É um imbecil”

Publicado há

em

Neto também já protestou em seu programa na Band.

Em resumo, Neto também já protestou em seu programa na Band.

O apresentador da Band, craque Neto, detonou o meio-campista do Palmeiras, Patrick de Paula, após ele ser flagrado em uma festa clandestina. Desse modo, o ex-jogador relembrou o momento difícil que o país atravessa, citando o número de mortos decorrentes da Covid-19.

Além disso, Neto não se conteve e esbravejou com o volante do Palmeiras e chamou o atleta de “imbecil” e “idiota” por desrespeitar os protocolos de segurança.

“A gente já passou de meio milhão de mortos e tem gente que fala que não pode misturar com futebol o assunto da pandemia. Primeiro, eu já tomei a primeira dose e não virei jacaré, como o presidente da república falou. Segundo, eu fiquei na UTI durante 7 dias. Eu, meu irmão João Carlos, meu irmão Richard, que morreu de câncer, minha irmã Mária ficou, meu pai, depois de duas vacinas. E meio milhão de pessoas morreram”, começou Neto.

“A Copa América tem 70 pessoas com covid. A gente fica na expectativa e ainda tem gente que quer escolher vacina. Aí, vem um idiota desse – o Lucas Lima. Outro idiota – pior ainda -, o Patrick de Paula, são jogadores que estão jogando, que fazem teste toda hora? E o pessoal do futebol está tão cansado de jogar, com todos os jogos em sequência. E, em um momento como esse, em que morreram três pessoas no Palmeiras – o podólogo, o segurança e o engenheiro. Aí, Lucas Lima vai em festa clandestina e o Patrick de Paula faz o mesmo. E a gente acha isso normal”, disparou o apresentador.

+Ronaldinho Gaúcho: Após ostentação em Dubai, ex-jogador pode ter bens penhorados e ser preso

Por fim, Neto relaciona o comportamento dos atletas ao mau momento vivido pelo Palmeiras

Por fim, o apresentador do Os Donos da Bola opinou que eventos como esse, estão prejudicando o desempenho do atual campeão da Libertadores. Além do mais, Neto também afirmou que os torcedores que cobraram Lucas Lima e PK pessoalmente estavam errados.

“Aí, os últimos jogos do Palmeiras tem isso. A falta de organização e força do Abel Ferreira. Vocês acham que os caras não sabem? O Serdan disse que os caras estão cheirando lança-perfume. (…) Os torcedores estão errados de dar abafa em Lucas Lima e em Patrick de Paula. Ninguém tem direito de fazer isso, só a polícia”, Todavia disse Neto.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Cartolouco abre o jogo sobre polêmicas na Globo e revela demissão por telefone

Publicado há

em

Cartolouco abriu o jogo sobre a passagem na Globo. Foto reprodução

Cartolouco abriu o jogo sobre a passagem na Globo. Foto reprodução

O jornalista Lucas Strabko, popularmente conhecido como Cartolouco, revelou que ficou sabendo de sua demissão da Globo por telefone. Em resumo, de acordo com o youtuber, a decisão da emissora aconteceu após uma série de desdobramentos que culminaram em sua demissão. O estopim para o caso, aconteceu quando ele postou um vídeo nas redes sociais onde ironizava ‘ o desafio do papel higiênico’ que viralizou em 2020.

“Eu tava de férias, meu chefe me ligou: ‘reunião amanhã na Globo’, falei ‘eu vou’. Ai cheguei em casa, me liga o repórter: ‘você foi demitido mesmo?’. E eu fiquei: “quê”?”, contou Cartolouco em entrevista ao “The Noite”.

Além do mais, o jornalista acrescentou ainda que ligou para o chefe pedindo uma confirmação, mas só a teve, de fato, na reunião no outro dia pela manhã.

Desse modo, ele acredita que a demissão foi uma junção de diversos fatores: Foi tudo. “Desde quando cheguei, achava que ia ser demitido todo dia. Ficava esperando. Aí chegou na derradeira”, desabafou, referindo-se ao vídeo sobre o papel higiênico.

+Globo: Emissora muda a grade e chegada de Huck aos domingos pode impactar no horário do futebol

Por fim, Cartolouco fala sobre a ‘guerra de álcool em gel’

Por fim, o jornalista também relembrou uma de suas principais polêmicas na Globo e disse que chorou por 3 horas após levar bronca.

“Tava chovendo muito em SP, não ia ter Globo Esporte. Aí o pessoal que trabalhava no GE não tava fazendo nada, os cara começaram a fazer guerra de álcool gel. Aí olhei pro Cássio, meu parceiro que tava comigo na guerrinha e falei: ‘Moleque, isso aqui é genial, vamos fazer ao vivo. Redação SporTV, ninguém assiste, dez da manhã”

 “Chegou no meu chefe, e ele me jantou. Fiquei três horas, chorei. três horas por causa de uma guerra de álcool gel que durou dez segundos.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA