CONECTE-SE CONOSCO

Esportes

Casagrande se emociona ao falar sobre dependência química: “Não tenho vergonha”

Publicado há

em

O comentarista Walter Casagrande testou positivo para Covid-19 e está afastado da Globo. Foto reprodução

O comentarista Walter Casagrande atualmente é um grande exemplo de superação para os dependentes químicos. Foto reprodução

O comentarista da Globo, Walter Casagrande se emocionou ao falar sobre dependência química. Em resumo, após conceder uma entrevista ao Esporte Espetacular sobre dependentes químicos. Entretanto, após a matéria, ao analisar o resultado apresentado, o ex-jogador não conseguiu segurar a emoção.

“A gente tem que fazer tudo para mudar de alguma maneira. Eu sou um dependente químico, não tenho vergonha, mas tenho orgulho da minha luta pela recuperação. Tudo que eu puder fazer para mudar essa situação, eu faço”, começou por dizer Casão, que completou:

“Nem todo mundo que está na rua é marginal, e nem todo mundo que usar droga, que é dependente, é bandido. As pessoas têm que entender. Tem muita gente na rua porque a situação mudou, muita gente usa droga porque virou dependente químico, é uma doença que as pessoas têm que entender.”

Casagrande é uma figura muito respeitada e serve como um exemplo na luta contra o vício. Além disso, o ex-jogador ajudou recentemente na internação do ex-jogador Regis Pitbull, que todavia trava a mesma luta contra as drogas.

“Estou torcendo muito pelo Regis porque sei bem da dificuldade inicial de um tratamento dentro de uma clínica, internado, e assim que puder vou visitá-lo”, disse Casagrande ao UOL Esporte.

+Fernanda Vasconcellos fala sobre novela: ‘Não tinha muito o que fazer’

Casagrande e o sucesso nos comentários na Globo

Além de ser um exemplo fora de campo, o comentarista Walter Casagrande está colhendo os frutos de um bom trabalho na Globo. Assim como Caio Ribeiro, Casão faz parte da elite do Esporte na emissora e tem sempre uma agenda cheia durante a semana.

Além de participar das principais transmissões como comentarista ele tem um blog no GE e faz críticas semanais ao Governo Bolsonaro.

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esportes

Casagrande detona Governo após Brasil chegar a 500 mil mortes decorrentes da Covid-19

Publicado há

em

Em resumo, Casagrande não aprovou o cenário atual do Governo Federal e criticou o órgão pela morte de mais de 500 mil pessoas. Foto: Renee Rocha

Em resumo, Casagrande não aprovou o cenário atual do Governo Federal e criticou o órgão pela morte de mais de 500 mil pessoas. Foto: Renee Rocha

O comentarista Walter Casagrande da TV Globo voltou a criticar o Governo Federal após o Brasil atingir a marca negativa de 500 mil mortes decorrentes da Covid-19. Em resumo, em suas redes sociais, Casão se solidarizou com familiares das vítimas e afirmou que “essa tragédia não aconteceria” caso o governo comprasse vacinas “no momento certo”.

Hoje lamentamos as 500 mil mortes pela covid-19 no Brasil. Meus sentimentos e carinho para os familiares que perderam seus parentes”, escreveu Casagrande em seu Instagram.

“Se o governo tivesse comprado as vacinas no momento certo, essa tragédia não aconteceria! Queremos vacinas!”, completou o ex-jogador.

Por fim, a postagem de Walter Casagrande até agora rendeu muito engajamento e ultrapassou a marca de 11 mil curtidas.

+Cléber Machado quebra protocolo em transmissão e desabafa: “A gente torce pela saúde”

+Galvão se declara romântico, desabafa sobre a pandemia e faz revelação sobre filho: “Ele sabe se virar sozinho”

Casagrande e o lado militante durante o isolamento social

Em suma, tendo um passado de militância em prol da democracia, Casagrande mesmo tendo diversos problemas com as drogas jamais abandonou sua luta pelos ideais. No entanto, desde 2018, ele assumiu de volta o protagonismo e lidera uma ala dentro da Globo que é contra o Governo Bolsonaro.

Além disso, sua forte opinião já causou discórdia com alguns colegas de Globo e certa feita ele discutiu com Caio Ribeiro por conta de política. Nessa discussão, Caio afirmou que o ex-jogador Raí não poderia falar sobre política no comando de futebol do São Paulo.

No entanto, Casão rebateu o comentarista e disse que ele não teria o direito de dizer o que Raí teria ou não direito de falar. A partir disso começou uma discussão entre a dupla e estremeceu os bastidores da Globo.

 

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Cléber Machado quebra protocolo em transmissão e desabafa: “A gente torce pela saúde”

Publicado há

em

Cléber Machado desabafou na transmissão entre Bahia x Corinthians

Todavia, o narrador Cléber Machado, da Globo, desabafou na transmissão entre Bahia x Corinthians.

O narrador da Globo, Cléber Machado quebrou um protocolo durante a transmissão entre Bahia x Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Em resumo, após o país atingir uma marca de 500 mil mortos pela Covid-19, o narrador desabafou e fez um apelo à saúde.

No entanto, a manifestação de Cléber Machado ocorreu após o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, criticar a ótica da cobertura da pandemia no Brasil.

Em suma, nas suas redes sociais, Faria criticou os políticos, artistas e jornalistas  que lamentaram a marca atingida no último sábado (19) pelo Brasil. Para ele, as pessoas não estão comemorando o fato do Brasil ter um alto número de vacinados e curados.

“Tem gente que acha que há quem torça pelo vírus. Não. Torcer pelo vírus é torcer contra você, contra seus pais, contra seus filhos, contra seus amigos. A gente torce pela saúde”, afirmou Cléber Machado no início da transmissão da TV Globo.”

Desse modo, o narrador respeitou o minuto de silêncio pelas vítimas da Covid-19 do país. A transmissão da partida válida pela quinta rodada do Brasileirão continuou normalmente.

+Anitta assume cargo no conselho do Nubank e expõe relação com dinheiro: “Gosto de gastar”

Cléber Machado e o protagonismo na Globo

Não é de hoje que o narrador assume o protagonismo em uma transmissão na Globo. Atualmente, ele só está abaixo de Galvão Bueno no time esportivo e ao lado de Luís Roberto, reveza a apresentação do Bem Amigos.

Além disso, no programa Seleção SporTV, ele já apresentou um quadro de entrevistas com nomes importantes do futebol e de vez em quando participa da atração. Por fim, Cléber Machado é um dos principais narradores da Globo e deve narrar algumas modalidades nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que deve começar em Julho.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Galvão se declara romântico, desabafa sobre a pandemia e faz revelação sobre filho: “Ele sabe se virar sozinho”

Publicado há

em

Galvão e sua Família. Foto reprodução

Galvão e sua Família. Foto reprodução

O apresentador Galvão Bueno participou do programa ‘É de Casa’, no último sábado (19) e abriu o jogo sobre sua vida pessoal. Em resumo, o narrador mostrou que tem se dedicado mais a cozinha e participou de uma mini-gincana com a esposa Desirée Soares.

Além disso, nessa gincana os dois responderam perguntas sobre as intimidades e a esposa de Galvão revelou que ele é o mais romântico da relação.

“Ele é super-romântico, de escrever, mandar cartinhas, flores (…) Supera sempre”, disse a ex-modelo de 52 anos no programa É de Casa.

Galvão também falou da relação com os filhos e netos e disse que está há mais de um ano sem poder ver o filho Lucca, que estuda cinema, nos Estados Unidos.

“Nós saímos de lá [Estados Unidos] em janeiro de 2020, e não conseguimos voltar até agora. Mas ele se vira bem sozinho”, comentou o narrador.”

Por fim, Galvão recentemente postou um vídeo em suas redes sociais com um dos seus netos, praticando esporte. Na gravação, o locutor da Globo está em uma quadra chutando bolas em um alvo, se divertindo após quase 1 ano e meio cumprindo isolamento social.

+Anitta assume cargo no conselho do Nubank e expõe relação com dinheiro: “Gosto de gastar”

Galvão e a maratona de eventos esportivos da Globo em 2021

Em suma, mesmo transmitindo o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil na TV aberta, a Globo também se programa para os Jogos Olímpicos. Desse modo, uma mudança de grade já foi traçada e a expectativa dos diretores é que a partir de julho, a emissora tenha no mínimo 10 horas ao vivo de eventos esportivos.

Por outro lado, narradores como Galvão Bueno, Luís Roberto e os demais, devem ficar nos estúdios Globo para narrar esses eventos. Até o momento, a emissora dos Marinho enviou apenas os repórteres e produtores para os locais, visando preservar quem é da zona de risco da covid-19.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA