CONECTE-SE CONOSCO

Esportes

Globo perde mais um campeonato Estadual

Publicado há

em

 

O atual campeão Bahia é o favorito ao título, entretanto busca também a permanência na Série A. Crédito: Bahia oficial

A Globo transmitiu o título do Bahia no ano passado e todavia ficará apenas com os melhores momentos neste ano. Crédito: Bahia oficial

+Belo transfere a culpa por show na pandemia “Exclusiva dos contratantes”

 

Assim como o campeonato carioca, o Estadual da Bahia vai ficar de fora da Globo. Nesta semana, a Federação baiana acertou a venda dos direitos de transmissão do torneio para TVE. A emissora estatal vai passar a transmitir a competição e promete mudanças significativas no formato.

Com o campeonato baiano já em andamento, a emissora busca alavancar audiência através da dupla BA-VI. Neste novo contrato,  a TVE terá a mesma quantidade de jogos da Globo, entretanto a emissora estatal já estuda um plano para agregar mais equipes em transmissões online para o próximo ano.

Em suma, segundo a Revista Fórum, a TVE pretende transmitir cerca de 25 jogos do campeonato, sendo muitos deles nas redes sociais.

Em entrevista ao Jornal Lance, o diretor geral do canal, Flávio Gonçalves, ressaltou a importância do acordo:

“Hoje começa uma nova Era no futebol baiano, em que os interesses dos clubes e, principalmente, dos torcedores são mais importantes do que os interesses comerciais de uma só TV. A diretoria do Bahia nos apresentou um novo projeto e avaliamos que será importante somarmos esforços”.

 

+Globo leva rasteira na justiça e é condenada a pagar multa de R$ 3,2 milhões

Globo e a iminente derrota nas licitações:

Sem Globo, o campeonato baiano todavia terá transmissões online. Crédito: Foto reprodução

Já não é o primeira vez que a Globo fica de fora de um campeonato Estadual. No Rio de Janeiro, o campeonato passou de mãos em mãos e a Record assinou contrato com a Federação. Pela Libertadores da américa, o SBT levou a melhor e comprou o direito de transmissão da competição continental e no automobilismo, a Band assumiu as transmissões da Fórmula 1.

Para os próximos dias, a Globo pretende dar uma cartada final pela Uefa Champions League. O campeonato europeu, todavia está sem transmissões na TV aberta e a emissora carioca busca uma reação no mercado.

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esportes

SBT supera Globo e Liga dos campeões está de volta na TV aberta

Publicado há

em

Em resumo, o SBT transmitir a Liga dos campeões na TV aberta: Foto Reprodução

Em resumo, o SBT transmitir a Liga dos campeões na TV aberta: Foto Reprodução

O SBT  venceu a concorrência com a Globo pela transmissão Liga dos Campeões na TV aberta. Em suma, a informação foi divulgada em primeira mão pelo UOL e confirmada pela redação do O Canal.

Segundo o colunista Rodrigo Mattos, o SBT vai transmitir uma partida por rodada na TV aberta. Já nos canais pagos, a TNT Sports renovou o contrato e recebeu elogios da Uefa.

De acordo com a coluna, a empresa ficou satisfeita com os altos índices de audiência do TNT Sports e pela divulgação realizada pelo canal. Aliado ao fator financeiro, esse motivo pesou a favor do canal e o contrato foi renovado.

BBB 21: Arthur esculacha Tiago Leifert e Projota quebra regra do reality, entregando segredo dos bastidores

Os valores do contrato ainda não foram divulgados, mas a duração será por 3 anos. Essa não é a primeira vez que a Globo perde uma licitação. Recentemente a emissora perdeu a Libertadores para o SBT e o campeonato carioca para a Record.

Outro fator importante neste novo contrato é a ausência do Facebook. A rede social não fez propostas para renovação de contrato e consequentemente deixará de transmitir a Champions.

Atualmente a Champions League está na fase de oitavas de final e todavia a grande decisão está marcada para maio, no fim da temporada europeia.

+Rômulo Estrela testa positivo para Covid-19

SBT e a criação de uma cultura esportiva:

Programa Arena SBT segue patinando na audiência (Créditos: Reprodução)

Programa Arena SBT é um dos destaques do canal mesmo com transmissões noturnas. (Créditos: Reprodução)

Desde o ano passado, o SBT busca criar uma cultura esportiva com público e todavia participou de muitas licitações envolvendo o futebol. Entretanto, neste período, o canal criou um programa esportivo às segundas, visando uma boa audiência.

Por fim, além da Liga dos Campeões, o SBT quase fechou com a Federação carioca um contrato pelo Estadual do Rio. A proposta perdeu força com a chegada da Record e abriu caminho para o acerto com a Champions League.

 

 

 

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Band: Conheça os desafios da emissora com a volta da F1

Publicado há

em

O anuncio ocorreu durante o programa Brasil Urgente e equipe está quase completa. Foto reprodução

O anuncio ocorreu durante o programa Brasil Urgente e todavia a equipe está  completa. Foto reprodução

+A Força do Querer: Irene provoca Joyce e leva a pior, Bibi jura vingança e Jeiza vê a morte de perto

O próximo dia 28 ficou marcado como a data de estreia de uma das atrações mais aguardadas da TV em 2021. A Fórmula 1 voltou para Band após 41 anos desde a última transmissão. Entretanto, fizemos uma lista das vantagens e desvantagens do retorno da F1 ao canal do esporte.

Ainda no ano passado, surgiram rumores na mídia brasileira sobre um provável fim de contrato entre Globo e Fórmula 1 para as transmissões das corridas. Em suma, a Band acompanhava de longe e neste ano fechou um acordo e garantiu o retorno da modalidade.

Contudo, a emissora que já tinha um cartel muito bom de corridas em seu canal fechado “Band Sports”, reforçou o quadro de Jornalistas e anunciou nomes importantes;

Confira os fatores positivos e negativos da mudança;

Band anuncia Mariana Becker, Sérgio Maurício para transmissões:

Mariana Becker, que deixou a Globo, agora é da Band (Créditos: Reprodução)

Mariana Becker, que deixou a Globo, agora é da Band (Créditos: Reprodução)

Segundo o ditado popular, a primeira impressão é a que vale. A Band fez jus ao ditado e até agora passa uma boa impressão e promete um alto nível de profissionalismo. Contudo, para narrar a Fórmula 1, a emissora, anunciou o Jornalista Sérgio Maurício e para as reportagens a Jornalista Mariana Becker.

O ponto a ser destacado nessas duas contratações é a familiaridade dos profissionais com o Esporte. Em resumo, ambos conhecem bem a F1 e todavia as reportagens vão continuar sendo in loco.

Entretanto, a Band vai manter o mesmo modelo aplicado pela Globo e a repórter será uma correspondente Internacional durante as corridas.

+Haja Coração: Adônis faz pressão, Giovanni abre o jogo com Bruna e Fedora é denunciada

Reginaldo Leme e o equilíbrio desta temporada:

Quando o assunto é Fórmula 1, o especialista mais respeitado é Reginaldo Leme. Em suma, com mais de 500 coberturas de corridas na Fórmula 1, o comentarista terá a dura missão de alavancar audiência do canal transmitindo de forma didática as corridas ao telespectador.

Entretanto, outro fator muito importante pode fazer a audiência crescer: O equilíbrio causado pelo teto de gastos.

Em resumo, o novo regulamento prevê um teto de gastos para cada escuderia. A ideia dos diretores é reduzir o número de investimento nos carros, aumentado a participação dos Engenheiros em relação ao desempenho nas corridas.

Portanto, essas mudanças podem gerar um equilíbrio maior nesta temporada e novos campeões podem surgir.

Histórico positivo da Band:

Ainda nos anos 80, a Band foi uma das pioneiras em transmissão de F1 no Brasil e por outro lado foi a emissora que transmitiu a 1° vitória de Nelson Piquet, na Categoria.

Em entrevista à Band, o ex-Piloto parabenizou a emissora dos Saad pela compra dos direitos de transmissão da F1:

“Ficou muito feliz de saber que a Band vai transmitir a Fórmula 1, já que a Band transmitiu minha primeira vitória, em 1980, em Long Beach”, declarou Piquet.

Como nem tudo são flores, a emissora paulista também terá muitos desafios neste retorno. Listamos alguns deles, confira;

Ausência de pilotos brasileiros na elite:

O Brasil mais uma vez não terá um piloto na principal categoria automobilística do mundo. Desde 2018, o país não possui um piloto na elite da modalidade e ausência afastou uma geração.

Para quem acompanhou a Fórmula 1 nos anos 80 e 90 se deparou com o enorme sucesso dos pilotos brasileiros na competição. O ídolo mais recente é o tricampeão Airton Sena . Mas, de uns tempos para cá esse número foi caindo e os pilotos brasileiros sumindo das principais escuderias.

O desafio da Band será conseguir audiência através de Lewis Hamiltom. Piloto da Mercedes e muito popular no Brasil após grandes campanhas.

+Gênesis segue ladeira abaixo; Consolidados de 26/02/21

Patrocínios e futuras renovações contratuais:

Outro fator que pode colocar em risco o retorno da F1 para Band é a presença dos patrocinadores. Em resumo, a emissora do Morumbi procurou todos os anunciantes ex-Globo e todavia ainda não fechou os contratos referentes as placas de publicidade.

Na última temporada, a Renault era a principal parceira da Globo e segundo o colunista Gabriel Vaquer, a empresa já topou conversar sobre uma nova parceria.

Por fim, os patrocinadores são importantes para a continuidade da F1 no canal e a Band corre para fechar de vez as parcerias.

 

 

 

 

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Esportes

Globo: Emissora contrata repórter ex-Fox Sports

Publicado há

em

Ricardo Lay foi um dos destaques das reportagens da Fox. Foto reprodução

Ricardo Lay foi um dos destaques das reportagens da Fox e todavia já participou de muitos programas na emissora. Foto reprodução

+Laços de Família: Alma expõe e explica segredo cabeludo, Helena comunica gravidez e Camila é surpreendida no hospital

Desde a temida fusão entre Espn e Fox Sports, muitos profissionais estão no mercado de trabalho. Em suma, alguns deles migraram de canal ou foram contratados, como o caso de Ricardo Lay, repórter e ex-Fox Sports.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, Ricardo Lay, acertou com a Globo e todavia irá cobrir os clubes cariocas no Estado do Rio de Janeiro.

Essa não será a estreia do Jornalista no Grupo Globo, que no inicio de sua carreira já teve passagens pela RBS TV, afiliada da Globo.

+Carla Cecato se despede do Fala Brasil e elogia Mariana Godoy: “Ela não tá roubando meu lugar”

Desempregado desde o final do ano passado, o repórter tem bagagem na área esportiva e era um dos destaques do Fox Sports Rádio. Em resumo, o jornalista era setorista dos clubes e todavia trazia informações exclusivas ao programa.

Além de Ricardo Lay, outros profissionais ex-Fox Sports estão presentes no Grupo Globo. Contudo, o sucesso do canal fez o narrador Gustavo Vilani puxar a fila e hoje nomes como PVC e Karine Alves, fazem parte do esporte da Globo.

+SBT preserva estratégia com a Libertadores e define estreia em 2021; Record baterá de frente

Ricardo Lay, agora na Globo e os destaques na Fox:

Ainda na Fox Sports, o Jornalista cobriu grandes eventos internacionais com a emissora. Entretanto, em 2019, Ricardo Lay foi o responsável por relatar os bastidores da final em Lima, envolvendo Flamengo x River Plate.

Por fim, durante a campanha, o repórter testemunhou grandes histórias e publicou muitas matérias sobre a volta do clube carioca à final da Libertadores.

Confira;

 

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA