CONECTE-SE CONOSCO

Notícias da TV

No Roda Viva, Glenn Greenwald comenta sobre o Lava Jato: “me arrependo de ter apoiado”

Publicado há

em

Glenn Greenwald foi o convidado o Roda Viva na segunda-feira, 2 (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Glenn Greenwald foi o convidado o Roda Viva na segunda-feira, 2 (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Durante o programa, Glenn alfinetou Moro e Dallagnol, não relevou as fontes do The Intercept e disse que investigação contra seu marido é uma tentativa de intimidá-lo.

Em entrevista a jornalistas do programa “Roda Viva”, da TV Cultura, na segunda-feira, 2, Glenn Greenwald, editor do site The Intercept Brasil, reafirmou, diante da insistência dos entrevistadores, que as mensagens entre procuradores do Ministério Público Federal (MPF) e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, que vêm desvendando a nuance parcial e política da operação Lava Jato, são autênticas.

Desde o início do programa o convidado foi questionado sobre sua opinião a respeito da Operação Lava Jato, Glenn respondeu ter apoiado a ação da Polícia Federal, mas se arrepende.

“Me arrependo de ter apoiado. No passado, inclusive, eu era atacado pela esquerda por apoiá-los. Via vícios na operação, mas achava que seu propósito era importante”, ressaltou.

Glenn Greenwald disse que as investigações abertas contra seu marido, o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), para apurar a prática da chamada “rachadinha” – quando funcionários comissionados devolvem dinheiro ao político que os contrata – no período em que ele era vereador no Rio, conforme noticiado pela revista Época na semana passada, são uma estratégia para intimidar a ambos.
“Exatamente como Sergio Moro tentou abusar de seu poder comandando a Polícia Federal, influenciando o Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras], para primeiramente me investigar, e o Supremo [Tribunal Federal] impediu isso, porque foi uma violação da liberdade de imprensa, como retaliação, agora estão fazendo contra o meu marido. É só isso. Nunca vai ter evidência”, disse Greenwald, ao ser sabatinado.

Glenn Greenwald responde sabatina no programa Roda Viva (Foto: Reprodução/TV Cultura)

Glenn Greenwald responde sabatina no programa Roda Viva (Foto: Reprodução/TV Cultura)


Ele contou que todo o conteúdo foi analisado por especialistas, inclusive estrangeiros, e que as conversas ainda passaram por análises de outros veículos que estão divulgando a série, como a Veja, a Folha de S. Paulo, o El País, a Agência Pública e o BuzzFeed.
“Esse jogo cínico que Moro e Dallagnol estavam fazendo acabou. Todos sabem que as mensagens são autênticas. Temos um ministro da Justiça e um coordenador da Lava Jato que usavam métodos corruptos não em casos isolados, mas o tempo todo”, afirmou.
Por vários momentos do programa, os jornalistas tentaram “emparedar” Greenwald ao sugerirem que ele não deveria usar de um material obtido de maneira ilícita para fazer as matérias da Vaza Jato. O jornalista, então, lembrou que em todo o mundo democrático as maiores reportagens da história foram feitas baseadas em informações obtidas de forma ilegal, praticamente dando uma aula de jornalismo aos entrevistadores.
“Se você olha o jornalismo do mundo democrático, em boa parte das vezes é baseado em fontes que adquiriram informações de maneira ilícita. O caso do Pentagon Papers foi um exemplo disso, que mostrou que o governo dos EUA estava mentindo sobre a Guerra do Vietnã. Esses documentos foram mandados pela fonte para o The New York Times e hoje ele é um herói. Quando do caso Snowden, ninguém nesse país questionou o fato de que as informações foram adquiridas de maneira ilícita”, disparou Glenn.
Greenwald também negou que tenha pagado qualquer quantia financeira para sua fonte repassar as informações que obteve e também disse que sua equipe não trabalham com estratégia de “timing” para as matérias, mas apenas com apuração jornalística.
Confira à íntegra da entrevista:

Comente com seu Facebook

Advertisement
Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias da TV

Fofocalizando leva rasteira, perde peça importante e inicia busca por substituto

Publicado há

em

O jornalista Leo Dias não faz mais parte do time de contratados do SBT e deixou o Fofocalizando. (Foto: SBT)
O jornalista Leo Dias não faz mais parte do time de contratados do SBT e deixou o Fofocalizando. (Foto: SBT)

O programa Fofocalizando ainda não se recuperou do golpe que recebeu no final do ano passado ao perder o jornalista e apresentador Leo Dias. O fofoqueiro pediu demissão e se mandou para a RedeTV, onde tornou-se diretor executivo do programa TV Fama.

Fato é que o Fofocalizando levou a maior rasteira ao perder o único integrante que trazia conteúdo para a atração vespertina do SBT, pautando diversos outros veículos de comunicação. Porém, a convivência de Leo com os demais já não era a mesma, além do que o profissional não estava mais tão satisfeito.

Os apresentadores Lívia Andrade e Leo Dias durante o programa Fofocalizando, do SBT. (Foto: Reprodução)
Os apresentadores Lívia Andrade e Leo Dias durante o programa Fofocalizando, do SBT. (Foto: Reprodução)

A direção do Fofocalizando segue a procura de um novo integrante, que traga bastantes informações exclusivas e que movimente a atração. Lívia Andrade segue como a apresentadora titular do programa.

Mara Maravilha, Gabriel Cartolano, Leão Lobo e Décio Piccinini são os outros apresentadores da atração, que apenas comentam as notícias apresentadas por Lívia. Chris Flores também fazia parte do programa, mas precisou se afastar por conta das gravações do reality show Fábrica de Casamentos.

Mara Maravilha retornou ao palco do programa Fofocalizando, agora sem Leo Dias, mas com Lívia Andrade ainda no comando. (Foto: SBT/Montagem)
Mara Maravilha retornou ao palco do programa Fofocalizando, agora sem Leo Dias, mas com Lívia Andrade ainda no comando. (Foto: SBT/Montagem)

Também existe a ideia nos bastidores de promover um rodízio de “fofoqueiros” na vaga deixada por Leo Dias e quem se sair melhor – entenda: der mais audiência – será fixado na atração. O Fofocalizando hoje é 3º lugar de audiência na Grande São Paulo e briga diariamente com as reprises de novelas da Record.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Luiz Bacci conta tudo sobre golpe que aplicaram contra ele

Publicado há

em

O apresentador Luiz Bacci comanda o programa Cidade Alerta na Record e foi vítima de um golpe recentemente. (Foto: Reprodução)
O apresentador Luiz Bacci comanda o programa Cidade Alerta na Record e foi vítima de um golpe recentemente. (Foto: Reprodução)

O apresentador Luiz Bacci foi vítima de um grande golpe recentemente. Âncora do policialesco Cidade Alerta, Bacci conversou com a reportagem do Domingo Espetacular e deu todos os detalhes sobre o golpe de festa que recebeu.

Luiz Bacci contou que criminosos ligaram para vários amigos seu anunciado ser da assessoria dele e avisando sobre uma festa no Copacana Palace, Rio de Janeiro. O jornalista revelou que boa parte dos amigos lhe consultaram antes de confirmar a presença.

O apresentador Luiz Bacci, âncora do Cidade Alerta SP, foi chamado de quenga pelo apresentador Geraldo Luís. (Foto: Reprodução)
O apresentador Luiz Bacci, âncora do Cidade Alerta SP, falou tudo sobre o golpe que recebeu recentemente. (Foto: Reprodução)

Porém, dois amigos acreditaram e acabaram caindo no golpe, com deles perdendo a quantia de R$ 1.800 mil. Ainda na entrevista o apresentador Luiz Bacci comentou: “O meu avô foi vítima desse golpe há dez anos. É uma coisa velha que eles vão se modificando.”

Novo trabalho de Luiz Bacci na Record

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do portal UOL, Bacci terá um outro programa jornalístico em 2020. Os detalhes ainda não foram divulgados, mas sabe-se que a estreia está prevista para fevereiro.

Considerado o ‘menino de ouro’ do canal paulista, o apresentadopr já apresentou o Domingo Show, o Balanço Geral, o programa do Gugu, e o SP no Ar. É vice-líder de audiência no horário da tarde com o Cidade Alerta, policialesco que já superou a Globo sob o comando de Bacci.

Vale lembrar que além da Record, Bacci tem passagem pelo jornalismo do SBT, no Rio de Janeiro, e também pela Band, onde permaneceu por pouco tempo com um programa vespertino diário. Os baixos índices de audiência fizeram o apresentador retornar para a emissora dos Bispos na Barra Funda.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Globo pode decretar fim de mais um programa em breve; saiba qual

Publicado há

em

Direção da Globo resolveu colocar fim em mais um programa. Saiba os detalhes. (Foto: Reprodução)
A Globo pode ser obrigada a acabar com um programa em breve e demitir o apresentador. (Foto: Reprodução)

Passando por contantes mudanças em diferentes setores, a Globo não tem poupado nada e nem ninguém. No ano passado decretou o fim de vários programas, como o Vídeo Show e o Como Será?, além de ter afinado ainda mais a situação de atores, autores e diretores contratados com salários exorbitantes.

O Caldeirão do Huck pode ser o programa a ser apresentado pela última vez em 2020. O fim da atração será decretado caso o apresentador Luciano Huck aceita disputar pela presidência do Brasil na próxima eleição eleitoral.

O apresentador Luciano Huck terá que se decidir entre a política e o seu programa na Globo. (Foto: Divulgação)
O apresentador Luciano Huck terá que se decidir entre a política e o seu programa na Globo. (Foto: Divulgação)

Exibido aos sábados, o Caldeirão do Huck completará 20 anos no ar em abril. Criada por Boninho, a atração consolidou a carreira de Luciano como apresentador na TV e virou referência de vitrine para os famosos na Globo.

Internamente já vem sendo discutido o que pode acontecer caso Luciano Huck vá para a política e o programa chegue ao fim. A ideia é seguir com uma atração na mesma linha, mas quem? Patricia Poeta e Zeca Camargo, do É de Casa, além de Angélica, esposa de Huck, buscam por mais espaço na emissora e podem disputar a vaga na Globo.

Decisão sobre Faustão na Globo.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do portal UOL, a decisão de exibir o Domingão do Faustão apenas gravado caiu por terra e a atração continuará com boa parte das suas edições no ao vivo.

Para facilitar e diminuir os custos do programa dominical, as produções do ‘Show dos Famosos’ e ‘Dança dos Famoso’ deixam de ser feitas no Rio de Janeiro e se deslocam integralmente para São Paulo.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

⚡EM ALTA