CONECTE-SE CONOSCO

Notícias da TV

Ocupação do Alemão levou o Jornal Nacional a faturar o Emmy em 2011

Publicado há

em

Jornal Nacional levou a estatueta do Emmy para casa. (Foto: Reprodução)

Principal telejornal do país, o Jornal Nacional – veiculado diariamente pela TV Globo – faturou em 2011, um dos maiores prêmios mundiais: o Emmy Internacional. Na reportagem especial de hoje, O Canal relembra a cobertura da Ocupação no Complexo do Alemão no Rio de Janeiro, que deu ao noticiário a cobiçada estatueta.

O Jornal Nacional concorreu com a cobertura, em novembro de 2010, da retomada do Conjunto de Favelas do Alemão, no Rio, pelas forças públicas de segurança. Toda a operação, em detalhes, foi acompanhada em casa, pelos telespectadores. Inclusive com as imagens impressionantes da fuga em massa dos traficantes, feitas do Globocop, pelo operador de sistemas Francisco de Assis.

Em 25 de novembro de 2010, após vários dias de ataques de facções criminosas na cidade do Rio de Janeiro, a polícia respondeu com uma enorme operação estadual contra o crime organizado: a ocupação da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão. O conjunto de favelas, que abrange dez bairros da cidade e tem cerca de 400 mil habitantes, era o mais violento do subúrbio carioca e, durante décadas, sofreu com o domínio do tráfico de drogas.

A onda de ataques que assolou a cidade começou com a queima de carros e ônibus em diversos pontos do Rio, inclusive viaturas militares. Cabines da PM foram metralhadas e houve tiroteios na Vila Cruzeiro, onde se encontrava a maior parte dos bandidos fugidos de comunidades pacificadas. O processo de pacificação é uma política de segurança pública para o combate ao crime, coordenada pelo então secretário José Mariano Beltrame, que teve início em novembro de 2008. Onze comunidades cariocas já haviam sido pacificadas, recebendo UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) antes da ocupação das comunidades do bairro da Penha.

A resposta do Estado aos ataques veio na manhã do dia 25 de novembro, quando o Bope, tropa de elite da PM, e as forças armadas, com tanques blindados, helicópteros e armas de guerra, ocuparam a Vila Cruzeiro. Os traficantes fugiram para o Complexo do Alemão, que foi cercado dois dias depois.

A Globo acompanhou de perto a ocupação, “derrubando” sua programação no Rio de Janeiro para noticiar os fatos ao vivo. O Jornal Nacional, em 25 de Novembro de 2010, mostrou a chocante imagem da fuga de bandidos em massa na Vila Cruzeiro, vizinha do Complexo do Alemão.

Quando os policiais começaram a vasculhar casas, descobriram drogas e armas em esconderijos. Trinta pessoas foram presas, entre elas, o traficante Eliseu Felício de Sousa, o Zeu, assassino do jornalista Tim Lopes. No fim do dia, o símbolo de que o conjunto de favelas do Alemão não pertencia mais aos bandidos. As bandeiras do Rio e do Brasil foram hasteadas. O Brasil pôde acompanhar ao vivo os momentos marcantes dessa ação policial. Foram flashes na programação para todo o país e oito horas e meia de transmissão ininterrupta para o Rio de Janeiro. A todo instante, imagens históricas chegavam das equipes nas ruas.

“Eu posso dizer que é uma sensação de vitória contra a opressão. Duas horas depois do início dessa ocupação, a gente já via os moradores andando pelas ruelas”, contou a repórter Bette Lucchese.

O repórter Marcos Uchoa passou quatro dias na região fazendo reportagens especiais para o Fantástico e percorreu a trilha por onde os traficantes fugiram da Vila Cruzeiro em direção ao Morro do Alemão, na quinta-feira. “A imagem da fuga dos traficantes da Vila Cruzeiro era muito impressionante e a gente tinha curiosidade de ver essa estrada por monde eles passaram. E sexta-feira de manhã, cedinho, era a melhor oportunidade de a gente tentar passar por lá sem risco – ou pelo menos com pouco risco. A gente encontrou o Bope lá embaixo, felizmente não encontramos os traficantes lá em cima. Mas vimos muitos vestígios da passagem deles – camisa, gorro, tênis, sandália, cartucho de bala – até eles chegarem ao Complexo do Alemão”, relatou Uchoa.

O Jornal Nacional havia sido finalista do Emmy em 2002, com a cobertura, feita um ano antes, dos atentados de 11 de setembro. Em 2005, concorreu com as reportagens sobre a reeleição do ex-presidente George Bush. A partir de 2007, o Jornal Nacional sempre foi finalista. Primeiro, com a Caravana JN, que percorreu o Brasil em 2006. No ano seguinte, com a cobertura do acidente do Airbus da TAM, em São Paulo.

Em 2009, a indicação veio com a reportagem sobre o caso da jovem Eloá, sequestrada e morta pelo ex-namorado em Santo André, no ABC Paulista. Um ano depois, o JN chegou de novo à final com a cobertura do apagão de energia em 18 estados que afetou milhões de pessoas.

Willian Bonner e Ana Paula Araújo na cerimônia de premiação. (Foto: Divulgação)

Nos últimos nove anos, o JN esteve sete vezes colocado entre os quatro melhores telejornais do mundo. O seu trabalho foi reconhecido desta maneira pela academia de televisão. Eu acho que isso é uma prova da qualidade da televisão que fazemos no Brasil, do telejornalismo que fazemos na Rede Globo”, afirmou William Bonner.

“Esse é o prêmio mais importante que a gente já conseguiu até hoje, e eu diria que é o reconhecimento e a confirmação do trabalho que a gente vem fazendo no Brasil e no dia a dia nos nossos telejornais. É o Jornal Nacional que está recebendo este prêmio, mas eu diria que todo o trabalho de jornalismo da Rede Globo está homenageado através deste prêmio”, disse Carlos Henrique Schroder, diretor-geral de Jornalismo e Esporte da TV Globo.

 

 

 

Comente com seu Facebook

Advertisement
1 Comentário

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias da TV

CNN: Carla Vilhena, Márcio Gomes e Gloria Vanique estreiam em novembro

Publicado há

em

O jornalista Márcio Gomes deixou à Globo após mais de 20 anos e agora é contratado da CNN Brasil (Créditos: Divulgação)

O jornalista Márcio Gomes deixou à Globo após mais de 20 anos e agora é contratado da CNN Brasil (Créditos: Divulgação)

Os apresentadores Márcio Gomes, Gloria Vanique e Carla Vilhena vão estrear na CNN em novembro. Aliás, as estreias ocorrem a partir de mudanças nas faixas horárias da tarde e noite do canal.

+ Laços de Família: Sílvia chicoteia Íris, Cíntia se desespera e Edu revê Helena

A partir da próxima terça-feira (03), Daniel Adjuto será o novo âncora do Expresso CNN, em companhia de Monalisa Perrone e Caio Junqueira. No Jornal da CNN, William Waack ganha uma parceira fixa de bancada: Carol Nogueira. Luciana Barreto terá presença diária no horário nobre e assume a apresentação do Realidade CNN, além de continuar como âncora do Nosso Mundo, exibido nas noites de sexta-feira.

Carla Vilhena é a nova contratada da CNN Brasil (Créditos: Divulgação)

Carla Vilhena é a nova contratada do canal de notícias  (Créditos: Divulgação)

Contudo, Carla Vilhena passa a ancorar o telejornal Visão CNN, no início da tarde. Aliás, Carla volta à TV comandando toda a equipe de analistas e repórteres do canal, com a participação de Taís Lopes.

+ Amor Sem Igual, com capítulos inéditos, promete enterrar o SBT

No mesmo dia (03), Gloria Vanique assume o CNN 360º ao lado de Daniela Lima. A dupla trará os principais fatos do noticiário, com destaque para apuração exclusiva dos bastidores do poder em um dos horários mais quentes do noticiário.

Mais sobre as mudanças na CNN:

Glória Vanique está deixando a Globo e indo para a CNN Brasil (Créditos: Reprodução)

Em suma, a jornalista Glória Vanique está deixando a Globo e indo para o canal de notícias 24 horas, com estreia já agendada para acontecer (Créditos: Reprodução)

E, no dia 9, segunda-feira, Marcio Gomes estreia como o âncora do novo jornal CNN Prime Time, que entrará no ar a partir das 18h.

+ Carla Vilhena revela vida pessoal e se constrange com pergunta íntima

Por fim, o telejornal tem nome e formato inspirado no Cuomo Prime Time, sucesso da emissora americana apresentado por Chris Cuomo.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Geraldo Luís vai estrear em janeiro nas noites da Record

Publicado há

em

O apresentador Geraldo Luís teve o futuro definido pela Record e voltará ao ar em janeiro de 2021 (Créditos: Reprodução)

O apresentador Geraldo Luís teve o futuro definido pela Record e voltará ao ar em janeiro de 2021 (Créditos: Reprodução)

O apresentador Geraldo Luís teve o futuro definido pela Record, após perder dois programas em 2020. O profissional, que renovou contrato por mais 4 anos, voltará ao ar em janeiro do ano que vem nas noites do canal.

+ Carla Vilhena revela vida pessoal e se constrange com pergunta íntima

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do R7, Geraldo Luís vai estrear o seu novo programa nas noites de quarta-feira a partir da segunda quinzena de janeiro de 2021. A atração funcionará por temporadas.

O apresentador Geraldo Luós vai estrear novo programa na Record em janeiro (Créditos: Reprodução)

O apresentador Geraldo Luós vai estrear novo programa na Record em janeiro (Créditos: Reprodução)

Aliás, o novo programa de Geraldo Luís terá a cara dele, com muitas histórias contadas pelo próprio. Ainda sem nome, o programa será exibida após as novelas, na faixa das 22h30. O apresentador ficará no ar de janeiro a maio.

Saindo de Geraldo Luís… Carolina Ferraz comemora audiência do Domingo Espetacular:

Carolina Ferraz usou o Instagram na tarde desta segunda-feira (26) para comemorar os índices de audiência conquistados pelo Domingo Espetacular, jornalístico da Record. Aliás, a atração segue na vice-liderança isolada na Grande São Paulo.

+ Galvão Bueno teve três costelas quebradas por ex-repórter da Globo

“Esse vídeo é só pra dizer que eu estou muito feliz. Quero agradecer a toda a equipe do programa, a toda diretoria da Record, a todos os jornalistas que trabalham no Domingo Espetacular, estão arrebentando com as suas matérias”, iniciou Carolina Ferraz.

+ Roberto Cabrini na Record: Saiba detalhes da estreia

Em suma, o Domingo Espetacular vem alcançando picos de liderança, graças a esperada pelo reality show A Fazenda 12, e Carolina Ferraz também comemorou as vitórias por minutos contra a Globo, sua ex-emissora.

+ Audiência: Arena SBT toma lavada e perde até para a IURD

“E agradecer a vocês todos, que estão nos dando essa audiência incrível. A gente está se consolidando, de fato, como a segunda maior audiência dos domingos a noite com picos, em vários momentos, em primeiro lugar. E na média estamos sempre com dois dígitos, o que é muito legal”, disse a apresentadora.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Notícias da TV

Lacombe e Sikêra Jr: RedeTV quer dobradinha nas tardes

Publicado há

em

O apresentador Luís Ernesto Lacombe no comando do Opinião no Ar, anda em baixa na audiência na RedeTV. (Créditos: Reprodução)

O apresentador Luís Ernesto Lacombe no comando do Opinião no Ar, anda em baixa na audiência na RedeTV. (Créditos: Reprodução)

No ar há pouco mais de um mês, Luís Ernesto Lacombe pode ganhar um novo horário na RedeTV. O Opinião no Ar segue registrando baixos índices de audiência, mesmo considerado um “sucesso” na internet.

+ Chris Flores dá presente bizarro para Maisa

O que comenta-se é a possibilidade do programa, que é exibido entre 11h e 13h, migre para o horário vespertino, de 17h às 18h, antes do Alerta Nacional de Sikêra Jr. A dobradinha é considerada de sucesso, visto que o público seria quase que o mesmo.

Luís Ernesto Lacombe apresenta o Opinião no Ar, diariamente na RedeTV (Créditos: Reprodução)

Luís Ernesto Lacombe apresenta o Opinião no Ar, diariamente na RedeTV e pode dividir horário com o Alerta Nacional (Créditos: Reprodução)

Aliás, a participação de políticos e figuras populares (polêmicas ou não) são estudas para ter mais frequência. Lacombe, nas manhãs, tem amargado índices beirando o zero de audiência e ocupando o 8º lugar no rankin, quatro abaixo do que a RedeTV almeja.

Enquanto Lacombe sofre mudanças na RedeTV com ajuda de Sikêra Jr, a Record sofre com a revolta de parte dos seus apresentadores:

A situação na Record ficou complicada após parte dos apresentadores da emissora se revoltarem com o não pagamento de cachê na participação deles no novo programa de prêmios da emissora.

+ Audiência: Angélica humilha e Maisa se despede mal no SBT

De acordo com informações do site Notícias da TV, Ana Hickmann, Celso Zucatelli, Cesar Filho, Luiz Bacci, Marcos Mion, Renata Alves, Rodrigo Faro, Sabrina Sato e Ticiane Pinheiro foram os apresentadores convocados para gravarem o Mundo Record.

+ Carolina Ferraz comemora audiência do Domingo Espetacular: “Prazer enorme”

Questionada se havia pagamento de cachê para tal, a direção da Record alegou que eles estão apenas emprestando imagem e credibilidade para fazer com que o público contrate os serviços. Porém, alguns não gostaram e prefeririam receber em dinheiro mesmo.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

⚡EM ALTA