CONECTE-SE CONOSCO

Televisão

Patrícia Abravanel vira chacota no SBT e fracassa em audiência com o ‘Vem Pra Cá’

Publicado há

em

Patrícia Abravanel no comando do 'Vem Pra Cá' (Foto: Reprodução)

Patrícia Abravanel no comando do ‘Vem Pra Cá’ (Foto: Reprodução)

Mesmo no foco dos holofotes por conta das polêmicas que se envolveu na última semana, Patrícia Abravanel não conseguiu conquistar o carinho do público no matinal ‘Vem Pra Cá’. A revista eletrônica, que comanda ao lado de Gabriel Cartolano, voltou a amargar a terceira colocação no Ibope, e não consegue nem mesmo segurar a audiência do ‘Primeiro Impacto’.

+ Patrícia Abravanel causa ódio e recebe ataque de cantora ao vivo: “Você se acha”

+ William Bonner para JN ao vivo, quebra protocolo e faz apelo: “Estão insistindo”

Isso porque, nesta terça-feira (09), a atração da filha de Silvio Santos recebeu a faixa horária com 3,5 pontos de média do programa jornalístico comandado por Marcão do Povo. Na ocasião, o SBT estava em segundo lugar, já que a Record fechou com apenas 2,9 pontos na grande São Paulo, tendo Geraldo Luís no comando do ‘Balanço Geral Manhã’.

Contudo, Patrícia Abravanel não conseguiu segurar a audiência, e viu o ‘Vem Pra Cá’ despencar logo em seguida. A revista eletrônica está em baixa desde a demissão de Lívia Raick, que tinha um quadro de notícias no matinal. Na média geral, a atração marcou 3,2 pontos, contra 4,4 do ‘Hoje em Dia’ da Record. Como esperado, a Globo estava na liderança com 6,6 de média.

Por fim, a perda de 0,3 pontos entre o programa de Marcão do Povo e o da filha de Silvio Santos, foi de 61 mil e 613 telespectadores. Um ponto equivale a 76,577 domicílios sintonizados na Grande São Paulo. Os números são referência no mercado publicitário para a compra de espaço comercial nas atrações.

Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano comandam o Vem pra Cá (Foto: Reprodução)

Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano comandam o ‘Vem pra Cá’ (Foto: Reprodução)

Patrícia Abravanel vira chacota no SBT

Recentemente, Patrícia Abravanel deu o que falar no SBT, em meio um comentário polêmico feito ao vivo. Isso porque, enquanto comentava sobre um vídeo repostado por Rafa Kalimann e Caio Castro no Instagram, a apresentadora foi acusada de homofobia.

Na ocasião, a filha de Silvio Santos defendeu o direito de não aceitar o relacionamento de pessoas do mesmo sexo e pediu respeito. “Eu acredito que nós, mais velhos, e nós que fomos educados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo. A gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?”, disse.

Em seguida, diante da repercussão negativa de sua fala, Patrícia Abravanel resolveu chamar um amigo gay, produtor do ‘Vem Pra Cá’, para explicar sobre a sigla LGBTQ+. “Aqui damos espaço de fala, de diálogo, buscamos aprender mais do que impor opiniões. Para quem, assim como eu, tem dificuldade de explicar a sigla LGBTQIA+, o nosso fotógrafo Gabriel Cardoso explicou tudo muito bem no programa ‘Vem Pra Cá’! Para quem não assistiu, convido a todos a aprender, refletir e, acima de tudo, amar mais”, disse, ao compartilhar o vídeo em seu Instagram.

Contudo, a apresentadora acabou se tornando chacota nas redes sociais, diante explicação feita pelo amigo ao vivo. Isso porque, ao chegar na letra ‘Q’, que se refere ao ‘queer’, o produtor se perdeu em sua explicação e foi motivo de piada. Em resumo, a denominação é utilizada para designar pessoas fora das normas de género. Todavia, durante a explicação, Gabriel os resumiu a “pessoas animadas e que trabalham com eventos”.

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias da TV

Globo pretende recontratar quatro estrelas demitidas recentemente

Publicado há

em

Miguel Falabella é um dos nomes que pode retornar para o quadro de funcionários da TV Globo em breve (Créditos: Reprodução)

Miguel Falabella é um dos nomes que pode retornar para o quadro de funcionários da TV Globo em breve (Créditos: Reprodução)

Não é segredo para ninguém que a direção da TV Globo vem passando por um processo complexo de restruturação, demitindo veteranos, colocando fim aos contratos por tempo indeterminado e abaixando altos salários pagos durante décadas.

+ Neto saiu da Band? Fernando Fernandes assumiu Os Donos da Bola

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, colunista do R7, quatro estrelas demitidas recentemente estão na mira do canal carioca para uma recontratação. São elas: Antonio Fagundes, Vera Fischer, José Loreto e Miguel Falabella. Porém, a Globo não confirma nada oficialmente.

O ator Antonio Fagundes, de 71 anos, foi dispensado da Globo após 44 (Créditos: Reprodução)

O ator Antonio Fagundes, de 71 anos, foi dispensado da Globo após 44 anos (Créditos: Reprodução)

Desse modo, a informação ganhou força no interno e bastidores da Globo. Aliás, um dos nomes citados possui a oportunidade de retornar em alta, na novela Olho no Olho, uma das próximas na faixa das nove e do autor João Emanuel Carneiro.

Enquanto Globo pensa em recontratar quatro estrelas, Tino Marcos abre o jogo:

“Já briguei com jogador, sim. Tinha muita dificuldade com o Edmundo sempre. O Edmundo era um cara que você não sabia muito bem qual era o Edmundo que você ia encontrar”, disse o ex jornalista da Rede Globo em entrevista ao canal Camisa 21, no YouTube.

+ Monopólio? Entenda como anda o processo que coloca o poder da Globo na parede

+ Enfim, com 40Kg a menos, filho de Faustão tem foto exposta e seguidores ficam loucos: “Deus grego”

Além disso, Tino Marcos ainda entregou: “Eu lembro que na seleção ele brincava que jogava no ‘Banguzinho’, que é aquela galera que não joga, que só treina. E tinha dia que a gente dava ‘bom dia’ e ele já mandava uma na lata. Tive algumas dificuldades com ele”, admitiu ele.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Televisão

Neto saiu da Band? Fernando Fernandes assumiu Os Donos da Bola

Publicado há

em

Apesar de ser um programa esportivo, Neto no Os Donos da Bola, costuma trazer fatos atuais. Foto reprodução

Apesar de ser um programa esportivo, Neto no Os Donos da Bola, costuma trazer fatos atuais (Foto: Reprodução)

Fora do ar há pouco mais de quinze dias, o apresentador Neto ainda não retornará na Band para comandar o programa Os Donos da Bola. Pelo menos pelas próximas duas semanas. Fernando Fernandes é quem assumiu o comando da atração esportiva de destaque.

+ Monopólio? Entenda como anda o processo que coloca o poder da Globo na parede

Neto ficou por quinze dias – obrigatórios – no México e agora segue para Orlando onde terminará de curtir as férias com toda a sua família, com a esposa Sandra Nicolau e os filhos. Por tanto, o programa Os Donos da Bola seguirá sem o titular.

De fato, quem assumiu o programa Os Donos da Bola foi Fernando Fernandes, no lugar do Neto na Band (Créditos: Reprodução)

De fato, quem assumiu o programa Os Donos da Bola foi Fernando Fernandes, no lugar do Neto na Band (Créditos: Reprodução)

Apesar de estar sem o seu titular, o Neto, o programa esportivo Os Donos da Bola segue com a mesma audiência, sempre acima dos 2.0 pontos na Grande São Paulo, garantindo o quarto lugar no ranking do ibope, atrás de TV Globo, Record e SBT.

Enquanto Neto segue longe da Band, Mara Maravilha dá explicações sobre o filho:

Em entrevista para o programa TV Fama, Mara Maravilha contou não existe mais nenhum problema jurídico na adoção de Miguel Benjamim, de 3 anos, e mandou um recado direto para o público. “Já terminou [o processo de adoção]. Respeitem essa nossa decisão”, pediu ela, que vive um relacionamento com o músico Gabriel Torres desde 2016.

+ Enfim, com 40Kg a menos, filho de Faustão tem foto exposta e seguidores ficam loucos: “Deus grego”

“Não é frescura, é só um tempinho. Tudo tem o tempo certo. Eu vou compartilhar isso com vocês, mas na hora certa”, acrescentou Mara Maravilha, que deve se casar em breve com o ‘namorido’ e juntos pretendem realizar mais uma adoção.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Televisão

Monopólio? Entenda como anda o processo que coloca o poder da Globo na parede

Publicado há

em

Em resumo, a Globo está sendo investigada por conta de um possível monopólio nos esportes. Photo by Emilio Garcia on Unsplash

Em resumo, a Globo está sendo investigada por conta de um possível monopólio nos esportes. Photo by Emilio Garcia on Unsplash

A palavra ‘monopólio’ é usada constantemente na linguagem popular do brasileiro. O seu significado traz luz uma ideia onde o poder se encontra apenas nas mãos de uma pessoa ou um grupo econômico. Desse modo, a redação do O Canal checou o andamento de um processo que coloca o poder da Globo na parede, afinal a emissora carioca tem ou não tem um monopólio?

+Neto se arrepende de briga com comentarista e faz ressalva: “Eu estava certo”

Entenda a origem do caso

Mesmo sem provas, muitas pessoas influentes da sociedade brasileira afirmavam que a Globo era detentora de um monopólio. No entanto, em 2019, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) abriu uma investigação sobre um possível monopólio esportivo da Globo.

Inicialmente, ele era um inquérito para esclarecer a suposta desvantagem de contrato do Fortaleza com a WarnerMedia para o Brasileirão. Em 2020, porém, o conselho transformou um caso em investigação contra a Globo.

Além do mais, o motivo principal da discussão ocorreu quando alguns clubes alegaram receber menos dinheiro da Globo por terem fechado com a Warner. Contudo, a Globo argumentou que essa questão já estava esclarecida, numa investigação feita pelo próprio Cade em 2016.

Entretanto, as investigações não param por ai e além do futebol, o órgão Público está de olho e quer investigar a Globo sobre um possível monopólio no entretenimento e questiona se a emissora fecha exclusividade com atores só para impedir que Netflix e Amazon contratem nomes relevantes.

O processo em Brasília

Em resumo, de acordo com o jornalista Gabriel Vaquer, do site ‘NoticiasdaTV’, o Cade prorrogou por mais 60 dias um inquérito administrativo que investiga se a Globo tem monopólio nas transmissões esportivas.

Dessa forma, o inquérito envolvendo a Globo tem um novo relator e com a chegada de Alexandre Macedo à superintendente-geral do Conselho, a expectativa é de que as investigações voltem a andar com o novo comandante e a definição para a cargo em aberto. 

A atual situação

Por fim, a Globo nega qualquer tipo de tentativa de monopólio e no último ano contou com perdas irreparáveis em sua programação. Começando com a Libertadores, que todavia está no SBT.

Nesse sentido, a Band aproveitou da fragilidade da concorrente e trouxe de volta a Fórmula 1 ao canal depois de 30 anos. Já a Record, conseguiu unir os clubes cariocas e acertou a compra do Estadual por 2 anos para a TV aberta.

 

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA