CONECTE-SE CONOSCO

Novelas

Pícara Sonhadora: Fato inédito, piadas e ‘ameaça’ ao JN marcaram a estreia há 18 anos

Publicado há

em

Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos

Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos


Há exatamente 18 anos, 27/08/2001, estreava no SBT a novela Pícara Sonhadora. Fruto da primeira e até então inédita parceria da emissora com a Televisa para reproduzir textos mexicanos, a trama fazia sua estreia boa aceitação do público. 
O folhetim foi remake de La Pícara Soñadora, produzida e exibida pela Televisa em 1991. A versão brasileira foi escrita por Henrique Zambelli, Adriana Moretto com supervisão de texto de Crayton Sarzy e dirigida por Henrique Martins, Antonino Seabra e Jacques Lagôa. Desde sua estreia,  Pícara Sonhadora virava piada nos bastidores do SBT por seu nome estranho e até mesmo seu figurino. 
De acordo com uma publicação de A Folha de São Paulo em 26/09/2001, em um ensaio com elenco da novela, um ator chamou  ‘Viva a pícara!’ Depois dos três vivas subsequentes e regulamentares, outro integrante do elenco comparando o nome órgão genital, soltou: ‘Viva a búndara!’, levando todos aos risos. 
Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos

Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos


O figurino que Bianca Rinaldi também usava também virou motivo de brincadeira. O uniforme vermelho lembrava as primeiras roupas das Paquitas. A atriz que fez parte do time de assistentes da apresentadora Xuxa não gostava das comparações, informou na época uma colega. 
Também criticada pela imprensa por sua qualidade duvidosa, o público aceitou a trama muito bem, fazendo o SBT garantir ótima audiência. Segundo dados disponíveis da época, Pícara Sonhadora marcava entre 16 a 17. 
Em coletiva de lançamento, o SBT ameaçava a Globo com grande expectativa no Ibope. Segundo a reportagem da Folha de São Paulo, os diretores da emissora acreditava em 20 pontos de média para versão. Em vídeo apresentado para imprensa, uma mensagem mandava recado o Jornal Nacional: “um futuro nebuloso para o “Jornal Nacional””
Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos

Pícara Sonhadora estreava no SBT há exatamente 18 anos

O elenco de Pícara Sonhadora contou com nomes como: Bianca Rinaldi, Petrônio Gontijo, Maria Estela, Serafim Gonzalez, Marcela Muniz, Victor Wagner, Giselle Itié e Giovanni Delgado.

Pícara Sonhadora foi reexibida pelo SBT duas vezes. A primeira foi em em 2004 quando foi a mais votada em uma enquete no site da emissora, superando As Pupilas do Senhor Reitor, Chiquititas, Pérola Negra, Pequena Travessa e Marisol. A audiência ficou em torno de 12 e 13 pontos. Já a segunda, em 2012, a trama não teve a mesma sorte com público e amargou baixos números no Ibope. Durante sua exibição, Pícara marcava entre 3 a 5 pontos na Grande São Paulo, terminado com apenas 4 pontos de média geral. 

Há exatamente 18 anos, Pícara Sonhadora estreava no SBT

Há exatamente 18 anos, Pícara Sonhadora estreava no SBT

Leia Também: 

Comente com seu Facebook

Clique para comentar

Escreva sua Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Novelas

Reprise de Mulheres Apaixonadas chega ao fim: relembre polêmicas da novela

Publicado há

em

Marcos e Raquel: trama da agressão doméstica foi uma das mais polêmicas de Mulheres Apaixonadas. (Foto: Reprodução)

Marcos e Raquel: trama da agressão doméstica foi uma das mais polêmicas de Mulheres Apaixonadas. (Foto: Reprodução)

O Canal Viva encerrou na última sexta (16) a reprise de Mulheres Apaixonadas. A trama de Manoel Carlos que foi um sucesso em sua primeira exibição, no começo dos anos 2000, repetiu o fenômeno agora, tornando-se uma das tramas mais comentadas e assistidas do canal de TV a cabo.

Considerada a última grande trama do novelista famoso por suas Helenas, Mulheres Apaixonadas também é uma de suas obras mais polêmicas. Confira alguns dos temas abordados pelo autor que geraram muitos comentários durante a exibição original da história.

Violência doméstica

Talvez o tema pelo qual a novela é mais lembrado, Mulheres Apaixonadas retratou a violência doméstica nos personagens Raquel (Helena Ranaldi) e Marcos (Dan Stulbach). O marido agressivo da professora causou bastante polêmica pelas cenas onde agredia a mulher, geralmente com uma raquete de tênis. Mesmo antes da reprise, as cenas eram lembradas frequentemente sempre que a trama era citada.

Celibato

Lavínia Vlasak e Nícola Siri interpretaram duas figuras polêmicas na trama: Estela e Padre Pedro. A sobrinha de Lorena, sempre pra frente e antenada, passou toda a novela tentando seduzir o religioso, que sempre fugia à ela e evitava até mesmo ficar perto da jovem. No fim da trama, contudo, ele não resiste e acaba largando a batina para se entregar ao que sente pela jovem.

+ Youtuber Jeffree Star sofre acidente gravíssimo e é levado ao hospital às pressas

Relação entre aluno e professora em Mulheres Apaixonadas

Fred e Raquel: romance foi muito criticado, dentro e fora da trama. (Foto: Reprodução)

Fred e Raquel: romance foi muito criticado, dentro e fora da trama. (Foto: Reprodução)

Além da trama da violência doméstica, Raquel também se viu envolta em outra polêmica: uma relação entre aluno e professora. A personagem de Helena Ranaldi se apaixona por Fred (Pedro Duarte), anos mais novo. Os dois enfrentam a rejeição da mãe do garoto, dos outros alunos da escola e o doentio ciúme de Marcos, ex-marido de Raquel.

Casal lésbico

Por mais que, hoje, casais entre pessoas do mesmo sexo já sejam cada vez mais costume nas produções da tv, isso ainda era não comum durante a primeira exibição da trama. Por isso mesmo, o casal formado por Clara (Alinne Moraes) e Rafaela (Paula Picarelli) gerou polêmica tanto dentro quanto fora da trama. Ao final, as duas deram um selinho durante uma peça de Romeu e Julieta feita na escola.

Álcoolismo

Vera Holtz foi outro dos destaques da trama ao interpretar a personagem Santana, uma professora viciada em álcool. A história foi uma das mais pesadas de Mulheres Apaixonadas, mostrando como o vício na bebida atrapalhava o dia-a-dia da personagem, tanto na vida pessoal quanto profissional,

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Novelas

Globo bate o martelo e decide sobre volta de gravações de novelas

Publicado há

em

Nos Tempos do Imperador voltará a ser gravada. (Foto: Divulgação)

Nos Tempos do Imperador voltará a ser gravada na Globo. (Foto: Divulgação)

A Globo tomou uma decisão a respeito do retorno das gravações de suas tramas. Diferente do que se especulava, não haverá uma nova prorrogação na pausa dos trabalhos, que durava desde o final do mês passado. A emissora seguirá sua ideia original e reabre os estúdios na próxima segunda-feira, dia 19.

Sendo assim, retornam os trabalhos de Nos Tempos do Imperador, Quanto Mais Vida, Melhor e Um Lugar ao Sol. A Globo deverá redobrar os cuidados que já vinha tomado quanto a segurança do elenco e adotará novas medidas. Entre elas, a disponibilização de carros da emissora para quem usa transporte público e uma menor frente de gravações – menos pessoas circulando nos Estúdios.

+ Acusado de preconceito, Rodrigo Bocardi responde internauta

As séries da emissora também deve ter os trabalhos retomados gradualmente e sem pressa. A suspensão dos trabalhos chegou a ser noticiada por William Bonner durante o Jornal Nacional. “A Globo decidiu paralisar as gravações de séries e de novelas até o dia 19 de abril. Nesse momento em que o Brasil enfrenta o pior momento da pandemia, a transmissão do vírus em alta exige um rigor máximo no distanciamento social e todos os protocolos de segurança, que são muito difíceis de se praticar no trabalho de produção de dramaturgia”, informou o comunicador.

Elenco da Globo pediu pausa

De acordo com o Notícias da TV, o elenco da próxima trama das 18h, Nos Tempos do Imperador, foi responsável por um pequeno movimento para que a trama fosse paralisada. Nomes importantes do elenco estelar da novela, como Selton Mello, conversaram com a emissora a respeito do assunto.

O entendimento é de que os protocolos de segurança funcionam, porém o atual momento, onde os casos e mortes não param de aumentar, pedia uma medida mais enérgica, como a suspensão (mesmo que por tempo determinado) dos trabalhos novamente.

Mesmo preocupada com os atrasos cada vez mais regulares da produção, que deveria ter estreado em março do ano passado (o horário das 18h já está em sua 3ª reprise seguida), a emissora entendeu os motivos do pedido e bateu o martelo quanto a suspensão que, agora, chega ao fim.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

Novelas

Record TV é denunciada por causa de Gênesis; entenda

Publicado há

em

Sindicato entrou com ação na justiça contra gravações de Gênesis em meio a pandemia. (Foto: Reprodução)

Sindicato entrou com ação na justiça contra gravações de Gênesis em meio a pandemia. (Foto: Reprodução)

Manter as gravações de Gênesis em meio a pior momento da pandemia no país pode custar caro à Record TV. O Sindicato dos Artistas e Técnicos de Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo entrou com uma ação na justiça contra a emissora do bispo, denunciando que o canal tem desrespeitado protocolos de segurança.

“O SATED-SP entrou com representação contra a TV Record no Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro denunciando desrespeito às normas sanitárias e risco a saúde pública e dos trabalhadores por conta da não paralisação da gravação da novela Gênesis”, contou o Sindicato em suas redes sociais.

+ Record TV anuncia novo derivado do Cidade Alerta

Recentemente, um surto de Covid-19 atingiu os bastidores da trama, com cerca de 8 atores contaminados. A novela chegou a ser paralisada no último dia 31 de março, mas retomou os trabalhos na última segunda (12).

A novela, que começou como um fenômeno de audiência para os padrões da emissora, tem apresentado uma queda em seus números e batido constantes recordes negativos, como OCanal já te contou.

Sem perceber, Globo comete gafe e divulgou Gênesis, da Record TV

Repórter usa máscara de Gênesis em entrevista no Bom Dia SP. (Foto: Reprodução)

A última segunda-feira (12) começou “diferente” no Bom Dia São Paulo, um dos principais jornalísticos matinais do país. Sem perceber, a emissora levou ao ar, ao vivo, um entrevistado usando uma máscara personalizada com a novela Gênesis, principal produto dramatúrgico atualmente da Record TV.

O fato aconteceu durante uma entrada ao vivo de repórter Anselmo Caparica, em uma matéria sobre a movimentação na estação do metrô de Tatuapé.

A situação não passou despercebida pelos usuários do twitter, que apontaram a coincidência curiosa e o fato da novela da concorrente aparecer na tela da Rede Globo.

Comente com seu Facebook

CONTINUE LENDO

⚡EM ALTA